Termina Workshop de boas práticas para implementação da IXP em Cabo Verde

Caiu o pano, esta quarta-feira, 13 de maio, sobre o workshop de formação de boas práticas da implementação Internet eXchange Point (IXP), em Cabo Verde.

Trata-se, pois, de uma iniciativa da Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME), em parceria com a Direção Geral das Telecomunicações e Economia Digital (DGTED) e a Internet Society África (ISOC), que vinha a decorrer, via videoconferência, desde o dia 6, com a participação de mais 40 convidados, que constituem vários players do setor das comunicações eletrónicas e das universidades.

O objetivo deste workshop é recolher subsídios com vista a implementação da Internet eXchange Point em Cabo Verde. É que, segundo o presidente do Conselho de Administração da ARME, Isaías Barreto da Rosa, a implementação da IXP no nosso país representa, para já, um passo importante na promoção e desenvolvimento da economia digital, permitindo aos consumidores e às empresas o acesso à internet mais barato, com maior segurança e maior rapidez.   

Durante uma semana, os participantes partilharam as experiências no que concerne às boas práticas na implementação da IXP. Questões como: que modelo para  Cabo Verde, nesta fase de implementação da IXP e infraestruturas adequadas para o efeito, foram amplamente discutidas neste ateliê, que agora termina.

No final dos trabalhos, todos estavam alinhados em como é necessário e de extrema importância para desenvolvimento da economia digital cabo-verdiana, a criação da Internet eXchange Point. É por isso, que os participantes decidiram, desde logo, agendar uma reunião para a próxima quarta-feira, 20 de maio, a fim de, na linha do roteiro já identificado para a implementação da IXP em Cabo Verde, definirem os aspetos que tem que ver, por exemplo, com nomes, localização e estatutos da Internet eXchange Point, no nosso país.  

CSN/GCI 

Newsletter

Inscreva-se no nosso newsletter e receba as nossas actualizações.
Please wait